quarta-feira, 28 de abril de 2010

Alice in wonderland [2]


O filme mais aguardado do ano [por muitos] chega aos cinemas e supera qualquer expectativa. Aliado à nova moda do 3D vai deixar qualquer um colado à cadeira do cinema.

Quem achava que o filme seria louco, divertido, colorido e cheio de efeitos.. achou certo. Tim caprichou nos detalhes, a imaginação dele é sem limites e foi assim que conseguiu fazer um filme que [para mim] tirou o prêmio de #1 de Avatar. Alice in wonderland é um filme infantil e deve ser por isso que Tim não economizou no cenário magnífico, cheio de cores, ao contrário do que é habitual, e de pormenores que se vão ‘passeando’ pela sala entre os espectadores. Borboleta aqui, coelhinho ali, dragãozinho para lá, cavaleiros para cá, princesas bonitas e boazinhas e rainhas más e invejosas, bolhas de sabão, xícaras…



Como eu disse no outro post sobre o filme, esta versão é um espécie de continuação do livro [se é que me entendem]. A popularidade universal da história e personagens colocava a Burton um dilema: fazer jus à obra, e ao imaginário popular que a transcende, e refrear o espírito "dessacralizador" que sempre o caracterizou ou dar-lhe um enquadramento radicalmente novo, leia-se, "burtonizá-lo" dos pés à cabeça. No geral, ele fez os dois. Na verdade, Burton deixou a história com cara de Burton [onde?] desde a escolha dos personagens até a maquilagem e figurino. Isso não quer dizer que o filme não é bonito.
A longa-metragem mostra-nos uma Alice mais crescida e que vive uma aventura, não tanto contra os obstáculos que se atravessam no seu caminho, mas sim uma viagem ao seu interior. O que faz dela uma heroína? As suas convicções e o seu espírito de mostrar que é capaz e que surpreendem tudo e todos [principalmente a Rainha Vermelha].

Ele não é só efeitos especiais, os atores impressionam a cada cena do filme. Cada um vestiu a pele do seu personagem e quase irreconhecíveis são excepcionais. O ator fetiche de Tim Burton, Johnny Depp é o louco chapeleiro, que como seria de esperar, arrasa. Depp salta, dança, é expressivo, faz rir e ‘chorar’. Ele consegue deixar transparecer para além do ecrã todas as emoções, que este Chapeleiro apaixonado, seja por Alice ou pela sua Wonderland, vai sentido ao longo da aventura.

Por outro lado, temos Helena Bonham Carter, mulher do realizador, como a Rainha Vermelha. São personagens únicas, engraçadas, que quase parecem animadas. Mas não, são atores de carne e osso, que não se perdem na fantasia, e que com o seu cunho pessoal dão ainda mais vida à visão das maravilhas de Tim Burton.

Viajamos até a um mundo de fantasia, que devido aos efeitos especiais se torna tão real como se estivéssemos a viver a aventura. O melhor do filme? O Johnny Depp, o Chapeleiro Maluco, que às vezes parece ser o personagem principal.


p.s.: quero abrir um parentese para a Rainha Branca, ela me assusta.

p.p.s.: outro parentese para dizer que se você tem bexiga frouxa não beba nada durante o filme, eu quase morri de vontade de ir no banheiro.

10 Comentário

Anônimo

Verdade é que eu não assistí o filme ainda, mas pelas críticas pré e pós estréia, fiquei tão ancioso que estou quase me matando pra conseguir os 10 conto pra ir ver saporra. @o@

Johnny Depp é um dos meus atores preferidos, a atuação dele sempre é notável até quando participações singelas, especiais, quero muito ver. o_o

Anônimo

Bom resumo do filme, falou bem dele. Os visuais, em trailers e posters, estão incríveis. Acredito que seja um dos melhores filmes que serão lançados nesse primeiro semestre de 2010.

Henry Barros

to doido pra ver o filme =] gostie do resumo, vou tentar assistir =]

Nilton

Alice... Eu vou dar cria se eu não vir esse filme!

Esther cyrraia

Li Alice quando criança, ganhei o livro no meu aniversário... Agora estou louca pra ver o filme, depois do seu parecer então...
adorei o blog! to seguindo e desejando sucesso!

André Luiz

Tim é fodão, a história é demais, os personagens são marcantes etc etc etc... mas eu ainda acho que se ele (o pequeno Tim) tivesse seguido a história original seria melhor... a Alice volta e ocorre uma guerra louca o_o não gostei muito não... e também estou um pouco abarrotado, é só Alice pra tudo que é lado.

Khaila Dias

Esperava bem mais de Alice, eu vi e pá. É legal sim, mais esperava uma história contada pela vista do Tim Burton. No filme ele seguiu rigorosamente a linha do livro e Alice é a História "normal", sem nenhuma modificação no roteiro.

Joao Vitor Oliveira

Hehe Eu Vou Ver !!
Parece ser mt bom o filmeee \o/!!

Art =]

gostei do seu texto
mas pra mim o melhor é o gato de botas
e só xD

Anônimo

Realmente o elenco é mara(ja notaram que ele bota sempre o mesmo elenco??)
Esse filme realmente me surpreendeu =)
Depois de Assistir o barbeiro demoniaco, eu chinguei tanto o Tim, mais depois de assistir alice ò nem falo nada porque o cara fez Um filmaço =)
Fora que tem os meus amores Johnny e o Alan s2

Postar um comentário

Leia as regras:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Não escreva comentários com o Caps ativado.

Obs: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

  ©Projeto Kraft - Todos os direitos reservados.

Dicas Blogger | Wellington Holanda | Topo